domingo, 31 de agosto de 2008

Novidades

Fico imaginando se fui eu que errei e percebo que não, embora tenha ficado angustiado pensando que merda (desculpem o linguajar) que eu era, pra não conseguir com que o meu primeiro namoro durasse mais de uma semana.

No primeiro encontro com a Priscilla depois de pedir ela em namoro, ontem, ela disse que foi tudo muito rápido, que queria “dar um tempo”, porque ela “estava confusa”, que ela “gostava de mim, mas não da maneira que eu merecia”. Disse também que havia ido ao Hangar, depois de ter me dito pelo telefone que não sairia na sexta-feira. E disse que no Hangar, ficou com o ex. E eu sorri. Apenas para fazer jus à frase: “Todos devemos fazer como os sábios: mesmo com a alma partida, manter um sorriso nos lábios.”

Pois é. Meu consolo é pensar que há algo melhor reservado pra mim em algum lugar no futuro. Se era pra ser assim, não havia como evitar.

Ka. Embora pareça mais Ka-shume. Ou mesmo Kaka.

Acompanhei-as (a Priscilla, a Michelle e outra amiga, a Sílvia) até a praça dos camelôs, onde se separamos, e continuei acompanhando a Michelle por mais duas quadras.

Depois, enquanto caminhava, a ficha foi caindo aos poucos. Percebi que cedo ou tarde iria cometer alguma loucura. Decidi fazer algo rápido.

Fui ao Nacional (só pra ti ter noção de quão cheio estava, não havia um carrinho sequer disponível), peguei uma barra de chocolate, enfrentei uma fila quilométrica pra chegar ao caixa, comprei, e comi tudo sozinho! Pronto. Me senti melhor. Primeiro porque o chocolate era bom, e segundo por ter feito algo insano antes de passar a ponte do rio Ibirapuitã.

Cheguei em casa por volta das 20:30hs, o Raul, o Renato, o Darlan, o Lucas e o Edu haviam comprado uma pizza gigante. Todos, menos o Darlan e o Lucas, ainda estavam com fome. Juntei-me a eles na compra de mais uma pizza.

Assim que terminamos de jantar, fui me deitar, ler um pouco e ouvir música enquanto lia. Acho que eram 23:40hs quando fechei o livro e desliguei o som. Aí fiquei rolando na cama, tentando dormir.

E então sonhei. Ou foi algo na pizza que comi, ou mais uma pecinha da minha cabeça queimou. Tive quatro sonhos. Escrevi-os no papel hoje pela manhã, para não esquecer. Se uma pessoa, só 1, deixar um comentário pedindo, eu posto eles aqui. Até lá, vou tentando decifrar o significado, ou a mensagem subliminar por trás deles.

Hoje, tem jogo às 16hs no Bem Bolado, contra o time do Celinho (de Marcelo, Marcelinho). O time do qual nunca ganhamos. Porém desta vez eu sinto que será diferente. O Darlan não irá jogar pro causa da cirurgia que fez, e o Raul vai tocar com a Gurizada Macanuda em Uruguaiana. O Rodrigo Linck (torço pra que sim) provavelmente jogará de goleiro para nós, só não confirmou porque o jogo do Grêmio é no mesmo horário.

Por enquanto, é isso.
Até a próxima.
Abraços pra todos!
Obrigado pela visita!

2 comentários:

Nido® disse...

Conta ae os Sonhos!!!
Hahahaha!!!
1 Comentário!!!
E vê se pega a Islâmica e "já eras"
Hahahaha!!!

Gabii (: disse...

uahuhauhuahuauhhahauhuhauhauhuah
eeu também queero sabeer o que tu sonhoou ;D
aah...no último post, a 'Gabriele' não é eeu neh?
tee adooro meu anjo :*